em Vídeo

Como descobrir o que o usuário está pensando — Psicologia e Design Comportamental

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design e Design Comportamental

“Você já deve ter se perguntado: como descobrir como alguém pensa? E se você for designer, ou tiver um negócio, é bem provável que queira saber o quê o usuário está pensando ao usar seu produto ou serviço.

O ponto é: você não precisa ser a Márcia Sensitiva ou ter a habilidade de ler mentes. O que precisa é aprimorar sua capacidade de observação e análise do comportamento humano.

Tente descobrir padrões no comportamento do usuário. Se todo dia você põe um pãozinho delicioso na bancada, mas pouca gente compra, o problema pode estar no preço, na posição, ou até na embalagem. Se 70% das pessoas abrem seu aplicativo diariamente mas não fazem nenhum pedido, pode ser uma falha no design, ou nas ofertas, ou nos preços.

Por exemplo, em um projeto eu descobri, usando Testes A/B, que parte dos usuários temiam ter de pagar por algo automaticamente depois do teste grátis. Adicionando a frase “Cartão de crédito não necessário”, aumentei em cerca de 20% a taxa de conversão.

Colete dados, observe os usuários, analise eles e gere mais resultados para sua startup.”

Assista a mais vídeos sobre Psicologia aplicada ao UX Design e vieses cognitivos no canal Design From Human.


🇺🇸 English version

How to find out what users are thinking — Psychology and Behavioral Design

“You must have asked yourself: how to find out how someone thinks? And if you’re a designer, or have a business, chances are you want to know what the user is thinking when using your product or service.

The thing is: you don’t need to have the ability to read minds. What you need is to improve your ability to observe and analyze human behavior.

Try to discover patterns in user behavior. If every day you put a delicious bread on the counter, but few people buy it, the problem may be in the price, in the position, or even in the packaging. If 70% of people open your app daily but don’t place any orders, it could be a flaw in the design, or the offers, or the pricing.

For instance, in one project I found out, using A/B Testing, that part of the users feared having to pay for something automatically after the free trial. By adding a copy “Credit card not needed”, I increased the conversion rate by about 20%.

Collect data, observe users, analyze them and generate more results for your startup.”

Watch more videos on Psychology applied to UX Design and cognitive biases on the Design From Human channel.