Como descobrir o que o usuário está pensando — Psicologia e Design Comportamental

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design e Design Comportamental

“Você já deve ter se perguntado: como descobrir como alguém pensa? E se você for designer, ou tiver um negócio, é bem provável que queira saber o quê o usuário está pensando ao usar seu produto ou serviço.

O ponto é: você não precisa ser a Márcia Sensitiva ou ter a habilidade de ler mentes. O que precisa é aprimorar sua capacidade de observação e análise do comportamento humano.

Tente descobrir padrões no comportamento do usuário. Se todo dia você põe um pãozinho delicioso na bancada, mas pouca gente compra, o problema pode estar no preço, na posição, ou até na embalagem. Se 70% das pessoas abrem seu aplicativo diariamente mas não fazem nenhum pedido, pode ser uma falha no design, ou nas ofertas, ou nos preços.

Continuar lendo

Comunicação virtual restringe a geração de ideias criativas — artigo polêmico da Nature

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Reuniões em Zoom matam a nossa criatividade. Ou melhor, a comunicação virtual restringe a geração de ideias criativas: é um artigo publicado na Nature recentemente.

Bastante controverso, por sinal.

Nessa pesquisa, os autores fizeram o rastreamento do olhar de 602 participantes durante videoconferência em laboratório, e então tiraram a conclusão de que por conta de focarmos muito na comunicação através de uma tela, acaba que isso inibe a geração de novas ideias durante as reuniões. Segundo os autores, essa interação virtual vem com um custo cognitivo.

Continuar lendo

Coisas que a Netflix faz para trapacear a sua mente, influenciar as suas decisões e que você nem sabia – Parte 1

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Coisas que a Netflix faz para trapacear a sua mente, influenciar as suas decisões e que você nem sabia – Parte 1

A Netflix sabe qual thumbnail (miniatura do vídeo) que você vai clicar. Ela descobriu que 82% do tempo olhamos para essas thumbnails, ao invés dos títulos e descrições (1). E eles criaram um sistema que gera inúmeras miniaturas de vídeo e então descobre, através de Teste A/B, qual te faz clicar e assistir a um filme.

Continuar lendo

Por que as pessoas têm dificuldade de escutar e como isso afeta UX Research (Pesquisa de UX)?

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Uma das maiores dificuldades do ser humano é ouvir. Pode parecer algo simples: você só precisa ficar quieto e tentar entender o que o outro está querendo dizer. Mas aí é que está a grande dificuldade: ouvir o outro.

Mas, por que muitos têm dificuldade de ouvir? Vários motivos.

A pessoa pode ser tão egoísta, tão egocêntrica, que está pouco se lixando para o que você tem a dizer.

Ou, pode ser narcisista: tudo gira em torno dela. Ela é o auge. Ela é o que importa. Se eu falo que fui pra Bahia, ela diz que foi pra Espanha. Ela atropela a fala para se colocar à frente.

Continuar lendo

Como a Universidade Estadual de Ohio usou o comportamento humano para pavimentar os caminhos dos estudantes

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Vamos fazer um exercício de imaginação? Imagine que você queira projetar (criar) uma caneca nova. Uma caneca que ninguém nunca havia visto na vida. Uma caneca que é perfeita para tomar café, bem quentinho, e que mesmo assim, não queime a mão.

Bom, você está criando algo novo. Inovador. Feito para quem gosta muito de café. Mas, como você está criando algo que ainda não existe, como saber se está criando da forma certa?

Por exemplo, na Universidade Estadual de Ohio, eles tinham uma grande área verde entre os prédios, e precisavam pavimentar, construir os caminhos para que os estudantes não precisassem passar por cima do gramado.

Continuar lendo

A psicologia do e-commerce: por que usuários desistem das compras e abandonam o carrinho?

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Posso te fazer uma pergunta: o que te faz desistir de uma compra?

É uma pergunta muito genérica, né? Pode ser o preço, o produto em si, o vendedor que é chato, o site que não funciona, alguém que te desmotivou…

E tratando-se do Design de Experiência de e-commerces (lojas virtuais), o que fazer quando tem um grande número de usuários que desistiram das compras?

Continuar lendo

Pare de pedir feedback em suas Pesquisas de Design – Psicologia aplicada no UX Research

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Deixa eu te perguntar uma coisa: na sua empresa, no seu trabalho, no seu projeto de design (ou seja lá qual tipo de projeto for), você já precisou saber da opinião das pessoas para entender se está indo no caminho certo?

Na sua hamburgueria, já pediu feedback dos clientes pra saber se tava bom? Já pediu feedback para seu chefe? Ou na sua startup, já pediu feedback para entender se o design do seu produto estava legal?

Nunca mais faça isso – É o que sugere uma pesquisa de Harvard.

Continuar lendo

Como reter usuários com a Psicologia da Falácia dos Custos Irrecuperáveis e UX Design

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Você já foi num restaurante, pegou mais comida do que devia e depois ficou com pena de jogar fora e acabou comendo mesmo já estando empanzinado? Ou foi no cinema, pagou pelo ingresso, o filme era uma porcaria, e mesmo assim você ficou até o final.

Esse fenômeno psicológico tem nome: Falácia dos Custos Irrecuperáveis.

Significa que se as pessoinhas humanas já investiram muito tempo ou dinheiro em algo, estarão mais propensas a continuar investindo mais, tendo cada vez mais dificuldade de abandoná-lo.

Continuar lendo

Viés vs. Pesquisa do Usuário: como evitar resultados enviesados em projetos de UX Design

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“No vídeo anterior, eu disse que as pessoas são propensas a mentir em pesquisas, e tendem a responder o que acham socialmente aceitável. Então, quer dizer que todo mundo é caozeiro e não adianta mais fazer pesquisas?

Não é bem assim. A resposta depende da pergunta. O resultado da pesquisa depende da forma como você a conduz. Inclusive, depende de quem analisa os resultados da pesquisa. Se você acredita muito que seu bolo de jamelão com pitanga é bom, se não tomar cuidado, sua pesquisa vai se inclinar para esse lado com o viés de confirmação.

Continuar lendo

Usuários mentem em Pesquisas de UX – Tendem a responder o que acham sociavelmente aceitável

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Se eu te perguntar uma coisa, você vai dizer a verdade? Acho que não. Calma, olha só. Imagine que você criou um produto – um aplicativo, um vestido, um bolo – e quer saber, agora, se as pessoas o comprariam, se é um porcaria ou se iriam aprová-lo.

É simples, não é? Se a gente for pela metodologia Double Diamond, no final da terceira etapa, bastaria testar com nosso público-alvo. Mas, aí, entra um detalhe: as pessoas mentem, e muitas vezes nem intencionalmente. E, piora ainda, quando tem dinheiro envolvido.

Continuar lendo

Lições do Natal para as Pesquisas de Design – Viés da Reciprocidade e Psicologia ao UX

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Natal e startup? E pesquisas de design? Que lições podemos tirar dessa época tão inspiradora para nossos projetos de design e negócios inovadores?

Primeiro: Reciprocidade. Nenhuma startup se mantém de pé sem pensar no que a sustenta: o usuário. O viés da reciprocidade diz que tendemos a querer ajudar aquele a quem nos ajudou. Pense em como lucrar mas, antes, em como ajudar aquele que usa seu produto.

Continuar lendo

Você tem certeza do que tem certeza? Pesquisas do Usuário enviesadas

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Boa parte das nossas certezas são baseadas em suposições. Mesmo quando realizamos pesquisas, por exemplo, os resultados nós mesmo interpretamos. Não tenha dúvida de que, pelo menos em algum ponto, vai ser enviesado por uma perspectiva mais subjetiva do que a gente está pronto para enxergar o que a gente quer.”

Continuar lendo