por

Criando designs para usuários com ansiedade – Psicologia e Human Experience Design

Rian Dutra falando sobre Psicologia aplicada ao UX Design

“Deixa eu te falar uma coisa… ⌛ Já ficou ansioso, né? Só porque eu demorei um segundinho pra iniciar meu texto neste vídeo.

Quando se trata de internet e uso de produtos, a maioria dos usuários são ansiosos e não querem perder tempo. Se um loading é demorado, ou se se o texto é muito longo, ou se a interface é difícil de usar, o usuário pode ficar ansioso e acabar desistindo de usá-lo.

Imagina você mexendo em um aplicativo de compra e venda de ações e, sem querer, faz uma besteira, mas não sabe como desfazer ou o motivo do erro. Ou, se você sem querer apagou um arquivo no Dropbox e não sabe para onde ele foi. Ou, se você estiver tentando acessar sua conta bancária, mas sua conta não abre.

A todo momento, os designers precisam gerenciar a ansiedade e paciência do usuário. Tenha cuidado ao trabalhar com a clareza nas palavras, imagens que representem a realidade, arquitetura da informação clara, e fluxos de interface.

O usuário precisa se sentir seguro, confiante no produto, e capaz de tomar decisões de forma racional e intuitiva. Identifique o que gera ansiedade no usuário, deixe-o se sentir seguro, e crie designs que vão além das interfaces.”

Assista a mais vídeos sobre Psicologia aplicada ao UX Design e vieses cognitivos no canal Design From Human.


🇺🇸 English version

“Let me tell you something… ⌛ You’re anxious already, aren’t you? Just because it took me a second to start talking in this video.

When it comes to internet and product usage, most users are anxious and don’t want to waste time. If loading takes a long time, or if the text is too long, or if the interface is difficult to use, the user may get anxious and end up giving up on using it.

Imagine you using an app for buying and selling stocks and accidentally you made a mistake, but you don’t know how to undo or the reason for the error. Or, if you accidentally deleted a file from Dropbox and don’t know where it went. Or, if you’re trying to access your bank account, but your account won’t open.

At every instant, designers need to manage user anxiety and patience. Be careful when working with clarity in copy, images that represent reality, clear information architecture, and interface flows.

The user needs to feel secure, confident in the product, and able to make decisions rationally and intuitively. Identify what causes user anxiety, make them feel safe, and create designs that go beyond interfaces.”

Watch more videos on Psychology applied to UX Design and cognitive biases on the Design From Human channel.